Sexta, 19 de Abril de 2024
77 9 9927 9463
Região Sudoeste Macarani - BA

Bicho-preguiça resgatado de maus-tratos em Macarani é devolvido à natureza

Após ser filmado em situação precária nas redes sociais, animal foi entregue à Polícia Civil e levado ao Parque da Matinha para avaliação veterinária

04/04/2024 07h14 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: iRepórter
Bicho-preguiça resgatado de maus-tratos em Macarani é devolvido à natureza / Irepórter
Bicho-preguiça resgatado de maus-tratos em Macarani é devolvido à natureza / Irepórter

Na noite desta quarta-feira (3), a Guarda Civil Municipal (GCM) de Itapetinga, através do Pelotão Ambiental, recebeu da Polícia Civil um bicho-preguiça que havia sido resgatado horas antes pela Polícia Militar em Macarani. O animal silvestre foi encontrado em situação precária na casa de um morador da cidade, que o capturou na região de Vila do Café e o mantinha em cativeiro.

Resgate e autuação do suspeito

A equipe da Polícia Militar foi acionada após denúncias de que o homem estaria fazendo filmagens do bicho-preguiça em situação de maus-tratos e divulgando nas redes sociais. Ao chegar ao local, os policiais confirmaram a informação e constataram que o animal estava em um ambiente inadequado, sem as condições necessárias para sua sobrevivência.

O homem, que não teve a identidade revelada, alegou que encontrou o bicho-preguiça na estrada e o levou para casa com a intenção de cuidar dele. No entanto, ele foi autuado em flagrante por crime ambiental e liberado após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).  

Avaliação veterinária e retorno à natureza

Após a assinatura do Termo de Entrega na delegacia de Itapetinga, o bicho-preguiça foi levado para o Parque da Matinha, onde passou por avaliação veterinária. Segundo a equipe do parque, o animal se encontra em bom estado de saúde, mas ainda precisa de alguns cuidados antes de ser devolvido à natureza.

A ação conjunta das Polícias Militar e Civil, da GCM e do Parque da Matinha demonstra a importância da colaboração entre as instituições para garantir a proteção da fauna e a punição de crimes ambientais.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias