Sexta, 19 de Abril de 2024
77 9 9927 9463
Região Sudoeste Urandi - BA

Justiça pede prisão de advogado de Urandi por falsificação de documento para se nomear juiz em Goiás

Suspeito foragido após falsificar documento e iludir comunidade com falsa conquista.

04/04/2024 10h46 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Foto: Reprodução/TV Sudoeste
Foto: Reprodução/TV Sudoeste

A pequena cidade de Urandi, no sudoeste da Bahia, com cerca de 15 mil habitantes, viveu um misto de euforia e constrangimento nos últimos dias. Tudo começou quando o advogado Iago Gabriel Silva Martins, de 26 anos, disse a todos que havia sido aprovado em um concurso para juiz em Goiás. A notícia se espalhou rapidamente e gerou grande festa na comunidade, com direito a fotos, homenagens e até missa de ação de graças.

Foto: Reprodução/TV Sudoeste

 

No entanto, a farsa não durou muito tempo. O Ministério Público da Bahia (MP-BA) descobriu que o documento apresentado por Iago era falso e o Tribunal de Justiça de Goiás confirmou que ele nem sequer havia participado do concurso.

A notícia da falsificação caiu como uma bomba na cidade. Os pais de Iago, que se orgulhavam da suposta conquista do filho, ficaram abalados e precisaram ser hospitalizados. As tias dele, professoras em Urandi, também sofreram as consequências da farsa e se afastaram das aulas por vergonha.

Foto: Reprodução/TV Sudoeste

 

Investigações em curso

A Polícia Civil de Urandi, após a denuncia do MP-BA, foi até a casa de Iago, mas ele não foi encontrado. Um computador e documentos foram apreendidos no imóvel. As buscas pelo foragido continuam.

O caso gerou grande repercussão na região e levantou questionamentos sobre a falta de checagem das informações por parte da comunidade. A investigação do MP-BA busca esclarecer os detalhes da falsificação e determinar se outras pessoas estão envolvidas no crime.

Comunidade decepcionada

Em entrevistas, moradores de Urandi expressaram decepção e frustração com a atitude de Iago. A comunidade, que havia celebrado a conquista com entusiasmo, agora se sente enganada e envergonhada.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias