Quinta, 18 de Julho de 2024
Brumado Brumado - BA

MPF denuncia PM e outro homem por ataques a terreiro de Candomblé em Brumado

Dois acusados invadiram e vandalizaram o Centro Cultural do Candomblé Castelo Alto do Xangô e a Sociedade Floresta Sagrada Alto do Xangô em 2022.

12/06/2024 15h24 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação
Lay Amorim/Achei Sudoeste
Lay Amorim/Achei Sudoeste

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou dois homens, sendo um deles um Policial Militar, por crimes de intolerância religiosa, furto e dano qualificado contra o Centro Cultural do Candomblé Castelo Alto do Xangô e a Sociedade Floresta Sagrada Alto do Xangô, localizados na Fazenda Santa Inês, em Brumado, no sudoeste da Bahia.

Conforme a denúncia, em fevereiro de 2022, os acusados invadiram o terreiro utilizando tratores e caçambas, destruindo áreas de mata consideradas sagradas, vandalizando objetos, emitindo ofensas racistas e ameaçando os membros da comunidade religiosa. Além disso, roubaram diversos objetos do local e os revenderam a terceiros.

Ainda segundo o MPF, o policial militar, mesmo estando à paisana, utilizou-se de sua posição para intimidar as vítimas e garantir a impunidade dos crimes.

Os crimes aconteceram na Fazenda Santa Inês, que desde 1927, quando foi comprada pela União, vem sendo alvo de invasões e ocupações irregulares. O MPF destaca que o Centro Cultural do Candomblé Castelo Alto do Xangô e a Sociedade Floresta Sagrada Alto do Xangô são uma das poucas ocupações legítimas da área, e que os ataques sofridos demonstram a necessidade de medidas para garantir a liberdade religiosa e combater a intolerância.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias